A experiência da Ana em Zanzibar

“É tanta luz aqui que até parece claridade

É tanto amigo aqui que até parece que é verdade

É tanta coisa aqui que até parece não há custo”…

Nos 1ºs dias, nas minhas tentativas de escrita… saiu-me isto:

…”Já me apaixonei sim! Aqui, sinto me! Talvez seja o início de uma paixão e por isso ferve muito.. é tanta coisa aqui! :) Ainda tenho muito tempo para perceber esta paixão, e quem sabe virar amor!? Não sei ainda bem o que dizer ou descrever.. é tanta coisa aqui! :)”..

O tempo passou, já lá vão 3 meses e meio. E, esta experiencia de Voluntariado internacional de longa duração foi… Forte! Fois… Tanto!

No primeiro mês, foram mais de 6 escolas visitadas, nelas.. várias turmas! Tantas crianças me passaram pelas “mãos”. Foi incrivelmente enriquecedor! Forte! Fortaleceu! Os sorrisos, nenhum se estranhou e todos se entranharam em mim. Sorrisos grandes, simples e sem motivo de ser… só de sentir!

Com a permissão do líder da vila, e uma “aprovada aceitação” do grupo de mulheres, desenvolvi durante os 2 meses e meio, atividades, 2x por semana, com mães e bebes (massagem para bebes/gravidas e outras relacionadas…). Nunca serei suficientemente capaz de descrever tudo o que aprendi ali. Tudo o que senti e o quão forte cresci! Espero, guardar dentro de mim, para sempre, o sentimento que agora carrego!

No 2º mês, atividades com a comunidade. Crianças, professores, taxistas e.. “condutores”! Criamos com as crianças, uma serie de atividades lúdicas. Entre elas, um teatro de fantoches, abrangendo o tema da segurança rodoviária. Foram semanas, de uma exaustão e cansaço tão gratificante, que terminou num festival, em que eles foram umas estrelas e brilharam tanto, que ainda hoje essa luz ofusca em mim! Tenho tanto orgulho neles! Sedentos de aprender, sedentos de brilhar.. simplesmente porque sim! Guardo-os em mim!

Senti e aprendi que…

Quanto mais dás.. mais leve e livre tu és!

Quando vives com “pouco”… ganhas tempo para o, tanto!

Tanto! Que são as pessoas, os lugares, os olhares, o toque! A conversa! O sorriso! O abraço! O beijo! A música! A dança!

O som do nada…! A serena luminosidade do nascer do dia! O incrível lusco-fusco, que te dá a certeza de um novo amanhecer!

A cor! A clareza! O cheiro, e o sabor! A natureza! Podes fechar os olhos… sentir-te leve e levitar! Flutuar no imaginário da beleza das coisas, das crianças, das mulheres daquele lugar, que enroladas em tanta cor, só mostram o olhar!

O sentimento do teu EU! É tanto! És leve ali, voas para onde quiseres, e sempre sorris no fim!

Consegues perceber isto? Consegues voar? És assim tão leve? Livre e solto? Sabes sorrir de olhos fechados? Experimenta dar… carregar menos peso! Andar descalço, fechar os olhos e sorrir, ser leve e… voar!

Conseguem sentir o que vos escrevo?

Anda cá e vê! Chega perto, e fica!.. e depois diz me como é!

Senti e aprendi a viver, de uma forma simplesmente forte! Que o resultado final foi, um sentimento de leveza, simplicidade, e uma incrível liberdade! Daquelas coisas que não se explica. Mas que me marcou! Não havia caminho para fugir. Tinhas que ficar! África é forte! E marcou…! Tanto!

Sou muito grata por tudo o que esta experiencia me proporcionou.

Sou hoje, muito mais rica do que era, e com muito menos! E a sensação é.. muito boa! :)

..”É tanto tempo aqui que até parece não há pressa

É tanta pressa aqui que até parece não há tempo

É tanto excesso aqui que até parece não há falta

É tanto muro aqui que até parece que é seguro

Tanto, tanto

Na embriaguez de encanto

É tanto “tanto faz”

Que ninguém sabe quem fez

Mundo gira mundo

Mundo vagabundo

Não olhe senão vês”..

Obrigada, Jambiani, Zanzibar, Tanzânia!

Até já…