Lívia, Guiné-Bissau 🇬🇼

Escolher a Guiné-Bissau foi um mero acaso, embarquei sem pesquisa feita e à espera de encontrar qualquer coisa, foi então no momento que aterrei em Bissau que me apercebi da escolha que tinha feito, e não podia ter escolhido melhor.

Esta viagem foi uma experiência irreal, aconteceu de tudo, coisas boas, coisas más e sobretudo coisas memoráveis. Não há palavras mesmo para descrever o que senti na Guiné nem o que estou a sentir agora, apenas que me apaixonei por Bissau (apesar de me tirar muito sono). Pensava que o mais difícil ia ser a adaptação ao modo de vida de uma sociedade tão diferente da minha, mas o mais difícil foi mesmo dizer adeus a todas as pessoas que passaram por estes momentos comigo.

Amigos que ficam para a vida, crianças que ficam como irmãs ou irmãos mais novos de quem vou sempre cuidar e proteger, e uma família que me acolheu como se fosse um deles.

Já se passaram duas semanas desde que voltei mas sinto que uma parte de mim ainda está lá.

Recorrendo aos típicos clichês, eles ofereceram-me muito mais do que eu consegui dar, não há outras palavras para descrever se não estas mesmo.

Aprendi lições de vida por coisas que observei, conversas que ouvi, discussões que tive, tanto com as pessoas da escola Humberto Braima Sambú, como com os nossos vizinho e, não menos importante, com a Mercedes, a Joana e o Rodrigo, que me acompanharam nesta aventura de guerreiros.

Agradeço à Para Onde por me ter proporcionado esta oportunidade que levarei sempre no coração, e à Guiné-Bissau em geral porque, em cada rua que passava, com cada pessoa que falava, aprendi coisas que nunca na minha vida vou esquecer, obrigada por este acaso incrível nha Guiné ❤️

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *