Ana Luiza, Santo Antão 🇨🇻

Ah Santo Antão!
A própria sonoridade da sua palavra já carrega muito amor.
E é desse amor que nosso coração sai completo.
É de uma tamanha intensidade que provavelmente palavras não saberiam explicar.
É onde o sorriso é leve, o olhar é doce e o coração é puro.
Onde a alegria de um pequeno sorriso pode mudar o seu dia.
Onde mora o amor e a magia.
Onde todo mundo te dá bom dia.
Onde pouco se tem e onde muito se dá.

Em Santo Antão, a sua companhia é suficiente; a sua presença faz nascer um sorriso; e o seu abraço é super concorrido.
É onde se sente verdadeiramente o tempo, as horas e os minutos.
É onde se conhece um novo amor, uma nova família e uma nova casa.
É onde te mostra um pouco mais de amor pelas pequenas coisas.

O voluntariado me ensinou a olhar para os mais pequenos detalhes.
Olhar para o lado, olhar para dentro, e principalmente olhar nos olhos.
Provavelmente, Santo Antão também me ensinou a amar.
Amar a sabedoria dos idosos; a pureza das crianças; e a resiliência dos adultos.
Além de me ensinar a amar meu caminho, meu passado e meu futuro.
E me mostrar que é desse amor que se gera frutos.
É desse amor que se constrói sem muros.
É desse amor que se vai longe.
E muito longe.

Obrigada Santo Antão.
Obrigada por fazer parte da minha história.
Obrigada por me fazer amar o tempo.
Obrigada por me ensinar a sorrir com os olhos.
E, principalmente, obrigada por me fazer mais forte.

Ana Luiza Motta