A experiência da Vanessa em Moçambique

Como exprimir por palavras uma vivência de tamanhos sentimentos?

Foi uma experiência mágica, uma oportunidade única, na qual conheci pessoas tão bonitas… É um lugar onde a gratidão e a humildade vivem em plena harmonia, onde as crianças nos trazem sonhos e onde a felicidade é um modo de vida e não um objetivo.

Em Mahungo conheci uma nova cultura que me ensinou a viver o presente, pois a felicidade existe no momento e não no futuro. Em Mahungo a minha família cresceu mais um pouco com pessoas incríveis.

Na escolinha as coisas acontecem muito devagar, é uma cultura onde o tempo é uma constante que ainda não está bem definida, ou seja ele simplesmente vai passando e as coisas acontecem ao seu ritmo como tiverem que acontecer. E assim se vive em paz e com tranquilidade e cada um aprende como consegue. É preciso motivação e incentivo para aquelas duas lindas professoras, que gostam tanto do que fazem e se complementam tão bem. A Lolinha faz uns bolos ótimos quando um menino faz anos e a Julia adora aprender coisas novas e praticá-las.

Aprendi com todas estas pessoas, que o amor resolve quase tudo na vida, viver com gratidão e com espírito de partilha é sem dúvida a forma mais digna de viver e que tudo na vida em todos os lugares acontece a seu tempo e tudo isto junto é a perfeita forma de felicidade.

Podia ficar a escrever durante horas que iria sempre faltar alguma coisa. São muitas as memórias dos que lá ficaram e uma única promessa. “Eu hei-de voltar”.

Kutsaca é “Estar Feliz”, e é só isto que faz sentido.

É um lugar de amor e paz, onde se contam histórias de força e de luta. Um lugar onde a humildade reina e todos são seus seguidoresm
É lá, onde o tempo não passa porque não existe, onde se vive o “agora” intensamente, porque na realidade não há passado nem futuro,
É lá, onde a felicidade é um modo de vida e não um objetivo, onde as crianças nos trazem sonhos, onde a gratidão é o que sentimos pelo próximo, onde vives dando o melhor de ti sem querer receber nada em troca,
É lá, onde ficam as memórias daqueles que por lá passam e trazem com eles memórias dos que lá ficam, onde o desapego tem presença obrigatória, onde uma trovoada é o espetáculo mais bonito das ruas e mesmo assim tem tanto de bonito como de ruim,
É lá, onde havemos de ter, onde havemos de ir, onde havemos de chegar, e nunca, mas mesmo nunca, tem problema.
É lá, que o amor resolve quase tudo!
É lá… lá looonge,
É Mahungo, é África 💛