Posts Categorized: Em acção para a inclusão

Sessões de Educação Não-Formal

Desenvolvemos sessões semanais de educação não-formal, nas quais se trabalharam e ativaram novas competências (capacidade de trabalho em equipa, adaptação, flexibilidade, pró-atividade, resiliência, liderança, conhecimentos linguísticos, criatividade, tolerância, entre outras) que se revelaram essenciais para que estes 15 jovens tenham desenhado e concretizado um projeto de vida: seja integração em formação, seja emprego ou mesmo iniciativas de associativismo que os transformaram em atores ativos na mudança das suas vidas e de outras que os rodeiam.

Campo de Voluntariado

Ao estar integrado na rede do SCI, o “Para Onde?” promove a participação de voluntários estrangeiros em projetos em território português. Ao longo dos primeiros meses do ano, os 15 jovens fizeram um diagnóstico do bairro onde moram e determinaram onde gostariam de intervir em conjunto com os voluntários estrangeiros. Foram os jovens a idealizar, planear e concretizar o campo de voluntariado, onde receberam voluntários estrangeiros e trabalharam em conjunto com eles para um objetivo comum – o “sonho coletivo”. Ao organizar o campo de voluntariado e ao trabalhar em conjunto com este grupo de voluntários de diferentes nacionalidades, os jovens ganharam novas perspetivas do Mundo, bem como competências mais práticas, como conhecimentos linguísticos, capacidade de trabalho em equipa, gestão de conflitos, organização de atividades, entre outras.

Mobilidade Internacional

Foi também promovida, gerida e facilitada a participação dos jovens em projetos internacionais. Através do financiamento do Programa Erasmus + da Comissão Europeia, 8 dos jovens participantes fizeram parte de intercâmbios em diferentes países da Europa (Bulgária, Hungria, Espanha, Holanda), desenvolvendo as suas competências e abrindo os seus horizontes a nível cultural, intelectual e social, através do contato com jovens e comunidades de outros países.