Catarina, S. Tomé e Príncipe 🇸🇹

São Tomé e Príncipe foi o lugar que escolhi para realizar o meu sonho de criança. Na minha infância sonhava com o dia em que iria para África fazer voluntariado e imaginava-me com as crianças ao colo e a brincar. Setembro foi o mês em que o sonho se tornou realidade.

Esta foi sem dúvida a experiência mais feliz da minha vida. Quando à noite me deitava conseguia sentir o meu coração cheio de amor. Viver num lar com crianças é puder ter a oportunidade de as acompanhar desde que acordam até que vão dormir. É acordar com a animação da música nas colunas e nas vozes das miúdas e é ir deitar depois de contar e “renovar” a história de adormecer e de receber abracinhos e beijinhos de “boa noite”. É ser conselheira, enfermeira, amiga, mãezinha e irmã. É criar laços que ficaram para sempre e perceber a felicidade e o amor incondicional.

Para mim voluntariado é partilha, mas sem dúvida que aquilo que cada criança me dava era muito mais do que aquilo que tinha para lhes oferecer. Ensinam-nos que a vida é mais simples do que aquilo que os nossos olhos veem e que qualquer obstáculo é rapidamente resolvido. Como eles dizem, “eles são rijos”, e é mesmo verdade! Gerem as tarefas da casa, constroem os seus brinquedos, organizam as suas brincadeiras, cantam alto, sorriem com brilho nos olhos e são felizes!

Termino esta experiência mais agradecida, feliz, “leve-leve” e com o coração muito mais cheio!

Se tens dúvidas se deverias fazer voluntariado, então já não há dúvidas. Fá-lo. A realidade consegue superar tudo aquilo que imaginas.