A experiência da Beatriz na Ilha da Boavista, CV

Hoje saí da Boavista com as lágrimas nos olhos e coração tão apertado, como nunca pensei que fosse possível. Uma despedida tão difícil que tornou mais forte a minha vontade de voltar. Cheguei a esta ilha como uma estranha, mas hoje saí como local. Saí da Boavista, mas uma parte de mim ficará sempre neste lugar. 

Faltam as palavras para descrever tudo o que vivi e senti, mas ficam as memórias  guardadas para sempre e as imensas saudades de  cada momento vivido.

Levo daqui os sorrisos, o carinho, a energia e a felicidade contagiante das crianças, das minhas crianças.  Levo comigo a simpatia e generosidade de todos que com quem me cruzei e que tornaram este mês inesquecível. Levo daqui a simplicidade  e tranquilidade, o espírito “no stress” tão característico deste lugar onde tudo tem o seu tempo e o mar e o sol se encontram todos os dias, tornando o que já é maravilhoso ainda melhor.

 Levo comigo Cabo verde, em especial a ilha da Boavista. Saio com a certeza de que mudei o meu mundo e com a esperança de ter mudado um pouco o mundo de mais alguém.  Ago tanbem mi e um bocadin de bubista . Ta leva es ilha na nha coracao