A experiência da Ana na Tailândia

Pois bem, a experiência não poderia ser mais positiva! Por tudo, pela forma como estava organizado o campo de voluntariado, pela forma como fomos recebidos pela comunidade.  A certa altura sentia-me parte integrante da comunidade, e essa sensação foi das mais enriquecedoras que algumas vez senti. Trouxe toda a experiência no meu  coração, mas sem duvida as pessoas da comunidade e as crianças ficaram para sempre! Com a certeza que irei acompanhar e voltar um dia!

Percebi que este tipo de experiências nada têm a ver com o dar, e sim com o receber. Isso sim, modifica algo em nós. A simplicidade com que dão atira-nos para um lugar leve onde se anda de sorriso rasgado! São emoções e  vivências que todas as pessoas deveriam experienciar! Sem qualquer tipo de excepção! Foi a primeira, para mim, mas agora nunca mais vou conseguir viver sem isto! Vou repetir sem qualquer dúvida!

Um dos episódios que mais me marcou: fomos convidados para a festa de aniversário de uma criança que vinha com frequência ao nosso centro. Nunca tinha tido uma festa de anos, e a nossa Leader questionou se poderíamos colaborar com o nosso budget para a festinha! Claro que todos concordamos! Estava aldeia em peso! Toda a gente feliz, miúdos e graúdos! Entretanto durante essa tarde, antes da festinha, como costumava cantar uma música que a   Bem Bem (nome da menina) adorava, lembrei-me de fazer um pequeno teatro. Utilizei apenas uma folha, pedi ajuda as outras crianças e com casca de fruta, ganchos de cabelo e elásticos fiz as duas personagens! Depois pensei que gostava de oferecer algo, mas não tínhamos acesso a nada! Eu tinha um peluche que a minha filhota me pediu para levar para me lembrar dela! Então pensei, quando regressar compro outro para lhe dar, este vai para a Bem Bem, será por uma boa causa, por isso ela irá compreender!

 

E assim , a meio da festa, lá fiz o meu teatrinho, e no final ofereci o peluche à pequena  Bem Bem!!!! Foi o êxtase, nunca tinham tido nenhuma festa assim e nunca ninguém da aldeia tinha tido um peluche! Escusado será dizer que os olhares de gratidão invadiram o meu coração! Foi um momento mágico!

Mas não fica por aqui…. Entretanto aparece uma chuva de fireflies que eu nunca tinha visto! As crianças ficaram surpresas pela minha cara de felicidade ao ver aquilo! Então foram tentar apanhar um para colocar na mão. E lá conseguiram ☺

Tudo que dás, recebes de volta ?